sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Embarque

Viajar...

 Bem, acho que eu nunca mencionei tanto a palavra "viagem" como nesses últimos dias. Essa volta ao mundo dos escritos me fez voltar também ao mundo das viagens.

 A pergunta é: Você tem viajado?

Não, eu não estou perguntando se você foi a Paris, ao Rio de Janeiro ou Caruaru. Quero saber se dentro da sua vida existe viagem. Me interessa ficar por dentro das suas empreitadas pelo seu universo interior, pela sua criatividade imaginária, que é capaz de te levar a Tóquio ou a Tangamandápio (evitando a fadiga) em um simples reflexo de pensamento.
Algo que me admira é que as crianças têm, de forma até exagerada, esse hábito de flutuar por 'mundos distantes' e ideais  (talvez é o que me faça ter um lado sonhador e viajante). Me lembro que, quando menor, assistia a uma série de desenho animado chamada "Histórinhas de Dragões", onde um casal de irmãos viajavam ao falar um mantra mais ou menos assim: "Eu desejo, de todo o coração, voar para bem longe, para a terra dos dragões". Após essa fala, eles embarcavam num arco-íris para uma terra cheia de bucolismo e dragões que brincavam e corriam pelo parque felizes da vida. Parece coisa dos 'retardados' ou lunáticos - como são comumente chamados os que fazem esse tipo de viagem -, entretanto, comprar uma passagem de embarque para os sub-mundos da vida é muito interessante e pode ajudar a curar tristezas cotidianas.
O sub-mundo que cito pode ser encontrado de várias formas, basta a cada um descobrir a sua. Há quem goste de viajar pensando na letra de uma música, outros preferem se apegar à fé e viajar para um mundo onde se tem contato com a divindade, e por aí vai. Cada um se esforça para descobrir seu 'outro mundo'.

ATENÇÃO! Toda essa ideia de ir para outro mundo não quer dizer que se deve criar uma idealização para sumir do mundo real, sendo, assim, uma pessoa anti-social ou até mesmo 'retardada' (não sei se é o termo correto). É somente uma sugestão! 

VOCÊ! Você que se estressa o dia inteiro, que vive na pressão dos estudos, que vive ilusões diversas, que vive no tédio... Você mesmo! Deita, se isola um pouco de celular, internet, televisão e afins. Tira um tempo para tocar um instrumento, para ler um livro, para pensar no universo em que você vive, para bolar soluções para os seus problemas, para meditar, para orar, enfim, para ter algumas horas de paz. Cuide do seu interior!



"Já que pra ser homem tem que ter a grandeza de um menino"
                                                                       Tony Garrido



Para finalizar, quero que pensem no que foi dito. Pode ter sido bem confuso, já que não vou fazer grandes revisões, entretanto, acho que dá pra entender minha mensagem. Quero que vocês viajem, quero que peguem uma passagem de embarque para qualquer outro mundo, com exceção do exterior. Espero poder intermediar essas viagens!



Ps1: Estou aperfeiçoando o blog. Da primeira postagem pra cá, já pude mudar algumas coisinhas. Na barra lateral, coloquei três links. O "musicando", o "biblioteca" e o "sugira", este que irá intermediar suas viagens com as minhas.
Ps2: Em breve, terminarei a página do blog no facebook, com mais algumas novidades sobre o blog.
Ps3: Sei que está muito repetitivo, mas VIAJEM! (Só pra fixar a ideia mesmo)


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Prefácio das viagens


Em tantas empreitadas pela vida de escritor amador, nunca consegui saber como iniciar um projeto. Ajudaria muito se existisse um livro "Como fazer a primeira postagem para o seu blog quase não visitado". Como esse livro não existe (Ao menos, nunca ouvi falar sobre o mesmo), tento me virar com as minhas míseras e nada criativas palavras.
Já escrevi de tudo, de esportes a críticas literárias. Nunca ganhei nada por isso - à exceção de alguns elogios pelo esforço - o que não me importou muito. Aqui estou novamente! Desta vez, a proposta é escrever sobre o universo, sobre o que me aparece como universo, como cosmos, seja em forma de música, poesia, pintura ou até na forma astrofísica mesmo.
Falar de universo é sempre uma experiência massa, é sempre um prato cheio para viagens psicológicas e embarcações para mundos interiores, que muitas vezes deixam de ser explorados.
Então, caros, esperem uma página com muita exploração do sensitivo, muita arte e, portanto, muitas viagens. Fiquem atentos a tudo que está por vir aqui.

Um grande abraço!

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget